10 truques eficazes para vencer a ansiedade

 

 

controlar-ansiedade.jpg

10 truques eficazes como controlar a ansiedade por comida de uma maneira naturalHay pessoas mais vulnerável ao estresse ou excesso de preocupações que acaba gerando ansiedade por comida. A primeira coisa que essas pessoas devem fazer, aconselha o nutricionista Roberto Cabo, é descobrir as causas desta ansiedade e de refletir se o problema tem solução. "Ou seja, o tema não está em encontrar algo que lhes tire a fome, mas em encontrar o por que de comer tanto". "É bom refletir sobre as emoções que temos, e evitar que os sentimentos negativos como o ciúme, a inveja, a cólera, ou a necessidade de ter mais e mais. Por algo, quando nos sentimos felizes, costumamos dizer que estamos satisfeitos", acrescenta um dos autores do livro "A Dieta Alea" (Zenith, Objetivo bem-Estar).

 

Mas normalmente, explica Cabo, "a ansiedade por comida, ou por qualquer outra coisa, está ligada à falta de auto-estima. Por isso temos que aprender a valorizar as nossas virtudes, a querer-nos e aceitar-nos como somos. Desta forma, conseguiremos nos sentir completos, satisfeitos. Quando nos sentimos felizes, temos um maior controle sobre o que comemos, já que não dependemos de algo externo para nos sentirmos satisfeitos. Se mantemos a ilusão da vida, para aprender e compartilhar, a ansiedade pelo alimento que desaparece".

 

Dicas que podem te ajudar a manter sua ansiedade em listra:

 

  1. Os líquidos podem ajudá-lo. Qualquer tipo de líquido nos ajudar a nos sentirmos saciados. Por exemplo, tomar chás quentes e garantir um bom aporte de aua diário (2 litros) ajudam a nos sentirmos saciados e a eliminar toxinas. Tomar um ou dois copos de água antes das refeições também ajuda a chegar com menos fome à mesa. Também podemos tomar sopas com vegetais (caseiras ou de tijolo) antes das refeições ou entre as refeições, já que trazem os benefícios dos vegetais, poucas calorias e favorecem nos sentirmos saciados. Além disso, podemos sempre medicinais e assim tê-las prontas quando nos façam falta. Igualmente, as infusões relaxantes de valeriana, parsiflora ou melisa nos ajudarão a controlar a ansiedade, já que, além de nos suprir, nos tratamentos.

 

  1. Evite alimentos excitantes. Evite bebidas excitantes como o café ou o chá, e também o chocolate em excesso ou açúcar refinado. Este tipo de alimentos que aumentam os níveis de adrenalina, que colabora para que percamos a sensação de ansiedade.

 

  1. A fibra é essencial.. Toma alimentos ricos em fibra: farão com que você se sinta saciado e, portanto, com menos fome e ansiedade. Em geral, os alimentos cozidos são mais saciantes do que os crus (mas não por isso, há que renunciar de saladas e frutas, claro). Também é muito bom tomar legumes, que fornecem fibras, e, além disso, sacían, frutos secos, levedura de cerveja, pão integral, macarrão inegral, arroz integral, etc., todos os alimentos incluídos na Dieta Alea.

 

  1. A importância do triptofano. As proteínas animais (carnes, peixe ou ovos, leite, bananas, abacaxis e frutos secos contêm triptofano, que tem efeito tranquilizante. O triptofano é um aminoácido que, depois de alguns complexos ciclos metabólicos no organismo, se transforma em serotonina. Portanto, temos de assegurar um correto aporte de triptofano, uma vez que pode ajudar a regular os níveis de serotonina, neurotransmissor que está envolvido no controle do apetite e está relacionado com o estado de ânimo.

 

  1. O (famoso) Omega 3. Os alimentos ricos em omega 3, como os peixes e os frutos secos, assim como os cereais integrais que ajudam a vitamina B, incentivarão a melhoria da ansiedade. A vitamina B6 participa dos ciclos metabólicos para formar serotonina a partir do triptofano. Portanto, em épocas de mais nervos, é bom tomar alimentos com vitaminas do grupo B, como flocos de aveia, levedura de cerveja ou germe de trigo.

 

  1. Carbohidatos complexos: sim, por favor. Os hidratos de carbono complexos (pão, massas, arroz, cereais, biscoitos, batatas, lentilhas, etc.) também colaboram para o aumento da quantidade de serotonina. Sempre é mais recomendável que sejam integrais, pelo aporte de fibras e, sobretudo, porque têm menor índice glicêmico. Isto significa que os níveis de glicose no sangue não aumenta tão rapidamente como se tomásemos carboidratos complexos, refinados. Graças a isso, conseguiremos nos suprir manter saciado por mais tempo e os níveis de insulina não vão aumentar drasticamente, o que nos ajudará a não acumular gordura.

 

  1. Coloque magnésio em sua vida. Um bom aporte de magnésio é importante para acalmar o nervosismo ue acompanha a ansiedade. Conseguiremos isso com 4-5 nozes por dia, legumes, alimentos integrais, damascos, e vegetais de folha.

 

  1. Cinco refeições por dia, no mínimo.Come frequentemente: fazer dieta não significa comer ou passar fome, mas comer adequadamente, respeitar os horários e não deixe passar muito tempo entre as refeições. Se estamos muito tempo sem comer, teremos mais sensação de descontrole. O ideal é comer cinco vezes ao dia. Há que saber, além disso, distinguir a sensação de fome e a ansiedade. Se achar que temos um momento de ansiedade, há que parar e pensar no que estamos a ponto de fazer, se vale a pena comer algo que vai nos dar muitas calorias depois de todo o esforço realizado.

 

  1. Você precisa do seu tempo para almoçar e jantar. Há que tentar comer sem pressa, relaxado e sentado à mesa, mastigando bem (desta forma faremos o melhor a digestão) e tomartse pelo menos 20-25 minutos américa latina as refeições, já que a sensação de saciedade se consegue depois de 20 minutos de ter começado a comer. Também é conveniente levantar-se da mesa assim que terminar de comer.

 

  1. Organize-se. A hora de fazer a compra também é importante: nunca devemos ir comprar quando se aproxima a hora da comida, já que a sensação de fome pode nos levar a comprar alimentos muito calóricos (como os doces de snacks). Quando você vai comprar tem uma lista de o que ncesitas e, simplesmente, compra o que já apontado. Nada mais.

Les commentaires sont fermés.